La banda ancha crece 8% durante el segundo trimestre en Brasil (En portugués)

Por Mundo Contact | 12 septiembre 2007 | Web

O número de usuários de banda larga no Brasil cresceu 8% no segundo trimestre deste ano em relação aos três primeiros meses do ano, com a inclusão de 493 mil novos acessos à base. Ao todo, são 6,54 milhões de assinantes.

Os dados fazem parte do ‘Barômetro Cisco de Banda Larga’, realizado pela IDC Brasil e divulgado nesta quarta-feira. O estudo, publicado a cada três meses, mede a evolução do mercado de banda larga no Brasil.

Em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, o aumento foi de 35,9%. Nos últimos 12 meses, o país registrou 1,733 milhão de novas conexões.

“O crescimento ocorre devido à competitividade entre as empresas e a queda de preços na oferta dos serviços”, explicou Pedro Ripper, presidente da Cisco do Brasil.

Os dados da IDC indicam que o acesso residencial continua sendo o principal mercado de banda larga, com 86,1% das conexões instaladas. O mercado corporativo representa 15,9% dos assinantes, com crescimento de 9% no segundo trimestre em relação aos três primeiros meses do ano.

O acesso via xDSL (linha telefônica) representa 75% do total de conexões de banda larga no país. O cabo tem 21% de participação e apresentou o maior índice de crescimento, de 11,5% em relação ao primeiro trimestre. Segundo o estudo, as soluções sem fio (wireless, em inglês) e satélite ainda funcionam como uma alternativa para localidades sem cobertura de rede de telefonia ou cabo.

Segundo a pesquisa, a adoção da banda larga móvel também é uma tendência. Até junho deste ano, eram 233 mil assinantes de banda larga por meio de telefonia móvel.

Fuente: Folha de São Paulo, Brasil